LunieSpa Saúde, beleza e bem estar em Itanhaém.

Para que serve a endermologia

A endermologia pode ser realizada para diversos fins estéticos, sendo normalmente indicada para:

  • Tratamento da celulite;
  • Tratamento da gordura localizada;
  • Tonificação da pele;
  • Melhora da silhueta;
  • Após cirurgia plástica;
  • Combate à retenção de líquido.

A endermologia também pode ser indicada para descolar uma cicatriz aderida, por exemplo, que é muito comum de acontecer na cicatriz da cesariana. Além disso, esse tipo de tratamento pode ajudar a desfazer as fibroses, que correspondem aos tecidos endurecidos que se formam por baixo da cicatriz, ou após a lipoaspiração quando a região tratada fica com pequenas ondulações onde a cânula passou.

Como funciona

A endermologia é uma técnica que consiste na realização de uma massagem vigorosa com um aparelho específico, que não causa dor e ajuda a eliminar a celulite. Esta técnica é bastante segura e deve ser feita por cerca de 2 meses para se obter resultados.

O tratamento consiste em ‘sugar’ a pele, promovendo um deslizamento e descolamento da pele e da camada de gordura, da fáscia que recobre os músculos para melhorar a circulação sanguínea, eliminando a retenção de líquidos, moldando o corpo e tornando a pele mais brilhante e macia.

Normalmente, a endermologia é feita por um fisioterapeuta através com um aparelho específico de vácuo e ultrassom que estimula o fluxo de sangue, desmancha os nódulos de celulite e elimina as toxinas. No entanto, essa técnica também pode ser usada com ventosas de vidro ou de silicone sendo fácil de ser aplicada em casa, durante o banho, por exemplo.

Normalmente, os resultados da endermologia surgem após 10 a 15 sessões de 30 minutos e que devem ser realizadas cerca de duas vezes por semana. No entanto, a quantidade de sessões pode variar de acordo com o objetivo do tratamento e tamanho da região a ser tratada.

Contraindicações da endermologia

As contraindicações da endermologia estão relacionadas com o aumento da circulação e, por isso, está contraindicada no caso de trombose, infecções ou inflamações locais, problemas respiratórios, doenças renais e problemas no fígado, diabetes e problemas na circulação sanguínea.

Além destas contraindicações, as mulheres grávidas também não devem recorrer à endermologia.

Geralmente, a endermologia não causa complicações, no entanto pode ser que haja aumento da sensibilidade ou aparecimento de hematomas devido à sucção realizada na região, devendo informar esses efeitos ao profissional que realizou o tratamento.

Créditos: https://www.tuasaude.com/endermologia/

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário